As flores do mal

6 comentários

Legião Urbana

Eu quis você
E me perdi
Você não viu
E eu não senti
Não acredito nem vou julgar
Você sorriu, ficou e quis me provocar
Quis dar uma volta em todo o mundo
Mas não é bem assim que as coisas são
Seu interesse é só traição

E mentir é fácil demais
Mentir é fácil demais
Mentir é fácil demais
Mentir é fácil demais

Tua indecência não serve mais
Tão decadente e tanto faz
Quais são as regras? O que ficou?
O seu cinismo essa sedução
Volta pro esgoto baby
Vê se alguém lhe quer
O que ficou é esse modelito da estação passada
Extorsão e drogas demais
Todos já sabem o que você faz
Teu perfume barato, teus truques banais
Você acabou ficando pra trás

Porque mentir é fácil demais
Mentir é fácil demais
Mentir é fácil demais
Mentir é fácil demais
Volta pro esgoto baby
e vê se alguém lhe quer


6 comments on “As flores do mal

  1. Chico Arruda disse:

    Totalmente inspirada no livro de Baudelaire “As Flores do Mal” onde a sensualidade, o abstrato e a decadência são os temas correntes na obra e Renato Russo pega isso e joga de uma forma que abre um leque de sentidos, como a modernidade, a dependência quimíca, a decadência, solidão…

  2. felippe brum disse:

    Acho também que essa música cabe diversas interpretações subjetivas e tal…
    Mas considerando a próxima música do álbum,”La Maison Dieu”,que é uma crítica aos militares e à tortura praticada durante o regime militar vigente no país entre 1964 e 1985, eu acredito que o Renato se refere ao “golpe dentro do golpe” que houve no Brasil. A primeira parte revela um primeiro momento em que o povo apoiou o golpe por estar “perdido” e acreditando que aquilo seria o melhor pra o país pois se convocaria uma nova constituinte. Mas logo depois o verdadeiro interesse autoritário e ditatorial se revela e é aí que há a traição. o refrão retoma a ideia da efêmera confiança e a facilidade que se rompe o pacto político. Na segunda parte há uma clara superação do regime imposto, um esquecimento de uma época de trevas onde as propagandas políticas eram manipuladas e mesquinhas. Agora não adianta mais mentir pois todos já sabem o que se faz( tortura, perseguição, etc). As mentiras já não colam mais e a ditadura ficou pra trás.”Volta pro esgoto” é a confirmação do quanto são sujos e “vê se alguém lhe quer” é que agora com a verdade exposta ninguém acredita mais nas suas propostas outorgantes. Apesar de ser mais fácil mentir( para si ou para outrem) pra alcançar determinados fins nunca poderá se firmar em nada assim, pois a verdade sempre se revelará demolindo as farsas construídas como castelos de areia a beira do mar onde basta a inevitável onda pra se retomar a forma original das coisas.
    Essa é minha opinião!
    Forte abraço a todos..

  3. Max lost disse:

    Eu fiz um trabalho de historia com a profesora Mirian, e os seu comentarios me ajudarão muito a professora mirian gostou muito do meu trabalho!

  4. Merini disse:

    a ovelha negra da familia

  5. amaral milhomem disse:

    Uma das melodias e arranjos mais legais da discografia da Legião, é uma das músicas que mais gosto do Renato. Vejo como intenção do texto o a associação que Renato faz do livro de Baudelaire, muito intimista, à situação contemporânea da época. Ainda assim um belo diálogo, provocativo e impactante, com o intuito de por o passado no lugar dele, e não mais aceitar as mentiras e as ilusões (sensualidade e drogas) de um tempo de ingênuidade onde os aproveitadores se aproveitam para impor suas ambições.

  6. bruno disse:

    ele é o cínico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *