Sangrando

4 comentários

Gonzaguinha

Quando eu soltar a minha voz
Por favor entenda
Que palavra por palavra
Eis aqui uma pessoa se entregando

Coração na boca
Peito aberto
Vou sangrando
São as lutas dessa nossa vida
Que eu estou cantando

Quando eu abrir minha garganta
Essa força tanta
Tudo que você ouvir
Esteja certa
Que estarei vivendo

Veja o brilho dos meus olhos
E o tremor nas minhas mãos
E o meu corpo tão suado
Transbordando toda a nossa emoção

E se eu chorar
E o sal molhar o meu sorriso
Não se espante, cante
Que o teu canto é a minha força
Pra cantar

Quando eu soltar a minha voz
Por favor, entenda
É apenas o meu jeito de viver
O que é amar


4 comments on “Sangrando

  1. Solange disse:

    Esta música nos mostra o àpice da sensibilidade do autor. A relação difícil entre duas pessoas e a necessidade de se deixar evidente o sentimento que reina nesta relação que é o amor.

  2. Dyana disse:

    Exatamente, Solange. Só que essas duas pessoas são pai e filho. Luiz Gonzaga e Gonzaguinha.

  3. Thyago Costa Santos disse:

    Dyana, pode ser… Mas pq ele usa “Esteja certa”?

  4. Gu disse:

    Acho que ele se refere a dina (mãe adotiva). Esta musica está mais pra um dialogo, o eulirico da canção à redireciona a sua mãe, em seu apice de snentimentalismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *