Quanto Mais Principalmente

1 comentários

Falcão

Já sou velho e desde menino
que sou nojento.
Concorri e fui eleito o Bebê Johnson de 1958.
Aos seis anos de idade – ou será que foi aos 12? -,
passei da 1a. série
diretamente para a 2a.
Com minha vasta experiência sexual,
coloquei-me, aos 13 anos, à disposição
da Cruz Vermelha Internacional.

Eu me admiro é o pessoal
assimilar e achar legal
a minha categoria
em matéria de putaria!

De Q.I. muito elevado,
mas horrível de lindo,
foi bastante aos 15 anos
pra que eu aprendesse
atravessar a avenida Sargento Hermínio.
Completei 18 anos,
com os traços de quem tinha 17;
foi aí que, depois de muito esforço,
consegui andar e, ao mesmo tempo, mascar chiclete.

Ao fazer 22 anos de existência,
concluí com eficácia e competência
o curso de Auxiliar de Parteira por correspondência.
Hoje, somando outro dia à minha idade,
juro dar tudo de mim
para o bem do povo,
da Igreja e das autoridades.


One comment on “Quanto Mais Principalmente

  1. Rodrigo de Albuquerque disse:

    Essa é uma autobiografia fictícia e bem humorada do cantor Falcão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *