Macô

5 comentários

Chico Science & Nação Zumbi

De bamba nada
Só queres barbada
Tú ta de terno amarelo porque tá fazendo sol
Olha só que cara desarrumado
Que chapéu torto
Que óculos enfeitado

Ô zé mané, Ô zé mané, Ô zé mané Ô
MACÔ, MACÔ, MACÔ, MACÔ !!!

De zambo nada tu só quer mamata
Tu só quer ficar na minha porque eu tô de mão cheia
Olha só que menina bonitinha
pra poder ficar comigo tem que saber de cozinha

Ô menina, Ô menina, Ô menina Ô
MACÔ, MACÔ, MACÔ, MACÔ !!!

De lama nada
Segura essa garrafa
O Gargalo já tá feito
‘tais adivinhando cheia
Olha pra lá, vira a cara não dá bola
Pega uma ficha aí bota lá na radiola

Cadê Roger, Cadê Roger, Cadê Roger Ô
MACÔ, MACÔ, MACÔ, MACÔ !!!


5 comments on “Macô

  1. Rick Roll disse:

    Esta canção deixa claro o papel da mulher na sociedade.
    “Olha só que menina bonitinha
    pra poder ficar comigo tem que saber de cozinha”
    Ou seja, não importa a beleza, o que importa é se a mulher sabe de cozinha e tanque.

  2. fabiolins disse:

    Essa letra retrata um período que houve aqui no Recife, no começo do movimento manguebeat, na rua da moeda existia a soparia de Roger de Renoir onde havia radiola de ficha, na rua da moeda. Onde pessoas da alta sociedade local se reunia para fumar unzinho e curtir aquela eclosão cultural, inclusive, meninas de classe média alta, que se interessava pelos garotos pq eles estavam de “mão cheia”, com um deck. Foi um período bastante interessante para o cenario cultural da época, varias tribos se encontravam e a paz era celebrada na soparia de Rogêr.

  3. Macô disse:

    Advinhando, Macô é maconha! A meninada ficava atráz da Macô e a gurizada que tinha a Macô pagava de galã. Agora, o Zé Mane, talvez um dos caras q tinha a Macô, e não era bobo não, ainda parecendo um zémane…
    E o Roger cadê?

  4. damm disse:

    cara…to querendo entender…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *