Anos Dourados

1 comentários

Chico Buarque

Parece que dizes
Te amo, Maria
Na fotografia
Estamos felizes
Te ligo afobada
E deixo confissões
No gravador
Vai ser engraçado
Se tens um novo amor
Me vejo a teu lado
Te amo?
Não lembro
Parece dezembro
De um ano dourado
Parece bolero
Te quero, te quero
Dizer que não quero
Teus beijos nunca mais
Teus beijos nunca mais

Não sei se eu ainda
Te esqueço de fato
No nosso retrato
Pareço tão linda
Te ligo ofegante
E digo confusões no gravador
E desconcertante
Rever o grande amor
Meus olhos molhados
Insanos, dezembros
Mas quando me lembro
São anos dourados
Ainda te quero
Bolero, nossos versos são banais
Mas como eu espero
Teus beijos nunca mais
Teus beijos nunca mais


One comment on “Anos Dourados

  1. Lion disse:

    Na verdade o eu feminino se comportando com um ex relacionamento. Ela no inicio esta olhando uma fotografia. Existe ainda algum sentimento meio que próprio do eu femino no sentido de se voltar ao passado próximo para resgatar algum sentimento que lhe carece. Diz até que no retrato com ele estava linda, como se vivesse mais feliz. Mas é fático quando entoa se não sabe se ama, voltando a questão de um outro sentimento. Na verdade ela quer dizer que não quer os bejos nunca mais, quer poder se desprender desse passado. Ela ao mesmo tempo que quer..vê uma certa barreira, dstância e até prevê que não existirão. Sustenta uma ilusão criada por si para curar suas dores de estimação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *