Janaína

4 comentários

Biquini Cavadão

Janaina acorda todo dia às quatro e meia
E já na hora de ir pra cama, janaina pensa
Que o dia não passou
Que nada aconteceu

Janaina é passageira
Passa as horas do seu dia em trens lotados
Filas de supermercados, bancos e repartições
Que repartem sua vida

Mas ela diz
Que apesar de tudo ela tem sonhos
Ela diz
Que um dia a gente há de ser feliz
Ela diz
Que apesar de tudo ela tem sonhos
Ela diz
Que um dia a gente há de ser feliz
Se deus quiser…..

Janaina é beleza de gestos, abraços,
Mãos, dedos, anéis e labios
Dentes e sorriso solto
Que escapam do seu rosto

Janaina é só lembrança de amores guardados
Hoje é apenas mais uma pessoa
Que tem medo do futuro- que aconteceu ? –
Se alimenta do passado

Mas ela diz
Que apesar de tudo ela tem sonhos
Mas ela diz
Que um dia a gente há de ser feliz
Diz
Que apesar de tudo ela tem sonhos
Ela diz
Que um dia a gente há de ser feliz
Se deus quiser…..

Já não imagina
Quantos anos tem
Já na iminência
De outro aniversário
Janaina acorda todo dia às quatro e meia
Já na hora de ir pra cama, janaina pensa
Que o dia não passou
Que nada aconteceu


4 comments on “Janaína

  1. Letícia Rojas disse:

    Janaina é um retrato de todas mulheres que vivem no mundo muito real, em que tem que batalhar e que sempre sofreu descepções amorosas.

    Janaina acorda todo dia às quatro e meia
    E já na hora de ir pra cama, janaina pensa
    Que o dia não passou
    Que nada aconteceu ( Primeira parte é rotina de Janaina)

    Janaina é passageira
    Passa as horas do seu dia em trens lotados
    Filas de supermercados, bancos e repartições
    Que repartem sua vida ( Que sua vida gira em torno de sua rotina, e não tempo pra sonhar )

    Mas ela diz
    Que apesar de tudo ela tem sonhos
    Ela diz
    Que um dia a gente há de ser feliz
    Ela diz
    Que apesar de tudo ela tem sonhos
    Ela diz
    Que um dia a gente há de ser feliz
    Se deus quiser….. ( Ela acha que um dia a felicidade vai chegar pra ela, e que seus sonhos estão guardados por medo de se descepcionar de novo e que seu dia vai chegar ).

    Janaina é beleza de gestos, abraços,
    Mãos, dedos, anéis e labios
    Dentes e sorriso solto
    Que escapam do seu rosto ( Janaina tem uma beleza, expontanea, uma beleza não cativada por ela e sim por quem a observa, sua naturalidade de ser .)

    Janaina é só lembrança de amores guardados
    Hoje é apenas mais uma pessoa
    Que tem medo do futuro- que aconteceu ? –
    Se alimenta do passado ( Por medo de se descepcionar, prefere reviver lembranças do que adquirirnovas, então ela vive de passado ).

    Já não imagina
    Quantos anos tem
    Já na iminência
    De outro aniversário ( Ela não ver de chegar o tempo certo de pode ser feliz, iminência de outro aniversario : na espera de seu proximo aniversario .

  2. Tamires disse:

    Segundo o autor,Janaina retrata a historia de uma doméstica que trabalhou por anos em sua casa.Certa vez,realizando uma apresentção na cidade de Janaina(que na verdade se chama Judith),pôde perceber o quanto é distante uma cidade da outra,dai ao voltar pra casa questinou a domestica a respeito do tempo que levava pra estar em sua sua casa assidualmente as sete horas.E a mesma,repondeu que a unica saida era se levantar as 4 e meia.Assim decidiu escrever a realidade de tantas Judiths ou Janainas que levam a vida atras de seus sonhos.

  3. JAQUELINE disse:

    Linda música

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *