Quem de Nós Dois

10 comentários

Ana Carolina

Eu e você
Não é assim tão complicado
Não é difícil perceber…

Quem de nós dois
Vai dizer que é impossível
O amor acontecer…

Se eu disser
Que já nem sinto nada
Que a estrada sem você
É mais segura
Eu sei você vai rir da minha cara
Eu já conheço o teu sorriso
Leio o teu olhar
Teu sorriso é só disfarce
O que eu já nem preciso…

Sinto dizer que amo mesmo
Tá ruim prá disfarçar
Entre nós dois
Não cabe mais nenhum segredo
Além do que já combinamos

No vão das coisas que a gente disse
Não cabe mais sermos somente amigos
E quando eu falo que eu já nem quero
A frase fica pelo avesso
Meio na contra mão
E quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada…

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro…
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida

Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
Falar só por falar
Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
Que a história de nós dois não me interessa…
Se eu tento esconder meias verdades
Você conhece o meu sorriso
Lê o meu olhar
Meu sorriso é só disfarce
O que eu já nem preciso…

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro…
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida


10 comments on “Quem de Nós Dois

  1. Gabriela disse:

    Essa música fala sobre um amor não esquecido, que mesmo lutando contra e tendo passado o tempo não foi possível esquecer.

  2. Kamyla disse:

    Fala de um romance um pouco complexo,em que o casal sabe direitinho um o jeito do outro. Fala também da dificuldade que é tentar esquecer e mesmo com o tempo, a luta contra não consegue.

  3. Camila Santos disse:

    Fala de um intenso amor vivido entre duas pessoas que se conhecem intensamente e jamais esqueçido, em vários momentos a pessoa tenta se enganar, dizer que não é o que sente,mais ainda se sente refém do sentimento, e cada vez que tenta se afastar mais envolvidos ficam..

  4. Salles Neto disse:

    Interpreto essa belíssima composição como um desabafo desesperado entre um casal de amantes verdadeiramente apaixonados, um perfeito retrato de sua cumplicidade… Demonstra as angústias de um romance proibido e impossível, mas lindo e inveterado. Em meio a tantos segredos combinados entre os dois (“Não cabe mais nenhum segredo, além do que já combinamos”), os riscos de um amor condenado levam a interlocutora às tentativas frustradas de falsear esse amor, de se afastar, de se ver livre daquela trama de tensão. Mas a história deles dois é forte demais para isso…

  5. Carolina disse:

    Eu e você
    Não é assim tão complicado
    Não é difícil perceber…

    Embora a relação seja conturbada, complicada, ainda há solução, ainda pode haver futuro.

    Quem de nós dois
    Vai dizer que é impossível
    O amor acontecer…

    Já imaginaram ou cogitaram da dificuldade da relação, mas nem isso seria capaz de evitar o amor que um pode sentir pelo o outro.

    Se eu disser
    Que já nem sinto nada
    Que a estrada sem você
    É mais segura
    Eu sei você vai rir da minha cara
    Eu já conheço o teu sorriso
    Leio o teu olhar
    Teu sorriso é só disfarce
    O que eu já nem preciso…

    Os dois no fundo se entendem bem, se conhecem e não adianta se despedirem, terminarem porque a volta será certa. Eles não conseguem ficar longe um do outro por muito tempo.

    Sinto dizer que amo mesmo
    Tá ruim prá disfarçar
    Entre nós dois
    Não cabe mais nenhum segredo
    Além do que já combinamos

    Fica ainda mais explícito que o amor de ambos é complicado, proibido, talvez porque já são comprometidos com outra pessoa. Mesmo assim o eu-lírico admite que ama e não adianta negar.

    No vão das coisas que a gente disse
    Não cabe mais sermos somente amigos
    E quando eu falo que eu já nem quero
    A frase fica pelo avesso
    Meio na contra mão
    E quando finjo que esqueço
    Eu não esqueci nada…

    Eles já discutiram a relação. Percebe-se que o eu-lírico quer assumir a relação, mas o outro ainda tem receio. Então, tenta terminar, mas não consegue. É mais forte que os dois.

    E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
    E te perder de vista assim é ruim demais
    E é por isso que atravesso o teu futuro
    E faço das lembranças um lugar seguro…
    Não é que eu queira reviver nenhum passado
    Nem revirar um sentimento revirado
    Mas toda vez que eu procuro uma saída
    Acabo entrando sem querer na tua vida

    Quando ficam longe um do outro, sofrem. O eu-lírico tenta, mas recorda dos momentos vividos a cada minuto. Mais uma vez o desespero de tentar sair da vida do outro e não conseguir.

    Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
    Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
    Falar só por falar
    Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
    Que a história de nós dois não me interessa…
    Se eu tento esconder meias verdades
    Você conhece o meu sorriso
    Lê o meu olhar
    Meu sorriso é só disfarce
    O que eu já nem preciso…

    Por mais que o eu-lírico diga que não quer mais e que não se importa, é evidente que é só de boca para fora, porque ama desesperadamente e não consegue se ver muito tempo longe de seu amor conturbado. Parece um caso de amantes, mas que um deles não tem coragem de assumir o relacionamento.

  6. Mel Montainer disse:

    Essa musica descreve exatamente a minha historia….ja tentando varias vezes nos separar,mas sempre se torna impossivel…pois o amor e a saudade sempre se torna mais forte….

  7. Ana Paula disse:

    A música pode estar se referindo a várias formas de amor. …. sem discriminação. São amores entre amantes, namorados/as, casados/as, noivos/as. Até entre amigos. Entre tds eles existem segredos que serão mantido entre apenas essas duas pessoas e que isso une mesmo que tenham ou precisem se afastar. A luta de estar perto e longe ninguém ganha ou perde. É uma letra que exibe a liberdade de relações diversas. Sem preconceito algum. Ela se encaixa em várias situações, por isso acaba sendo comparada com muitas relações. Acho que é isso.

  8. allyne.gatissima@hotmail.com disse:

    Essa música é tocante!

  9. Leandra Cardoso da Silva disse:

    Imagino um casal de amigos, que se envolvem e mantém um acordo de continuarem só amigos, mas com direito a sexo esporádico…Enfim, um dos dois se apaixona e tudo se complica…” quem de nós dois vai dizer que é impossível o amor acontecer..” E decide se declarar ” sinto dizer que amo mesmo..” “.. no vão das coisas que a gente disse não cabe mais sermos somente amigos”

  10. Lidiane disse:

    Para mim, a letra descreve a narrativa de um sentimento mútuo, mas que não se concretizou ainda. Duas pessoas que sabem o que o outro sente, e até mesmo já descreveram um para o outro, em algum momento (não vão das coisas que a gente disse, não cabe mais sermos somente amigos). Porém, quem sabe por algum empecilho, os forçassem a “fugir” desse sentimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *