Depois do Prazer

2 comentários

Alcione

Tô fazendo amor com outra pessoa
Mas meu coração vai ser pra sempre teu
O que o corpo faz a alma perdoa
Tanta solidão quase me enlouqueceu
Vou falar que é amor
Vou jurar que é paixão
E dizer o que sinto com todo carinho pensando em você
Vou fazer o que for
E com toda emoção
A verdade é que eu minto que vivo sozinho não sei te esquecer
E depois acabou
Ilusão que eu criei
Emoção foi embora e a gente só pede pro tempo correr
Já não sei quem me amou
Que será que eu falei
Da pra ver nessa hora que amor só se mede depois do prazer
Fica dentro do meu peito sempre com saudade
Só pensando no teu jeito eu amo de verdade
E quando o desejo vem é teu nome que eu chamo
Posso até gostar de alguém mas é você que eu amo
é você que eu amo..


2 comments on “Depois do Prazer

  1. Camila disse:

    Essa musica definitivamente é bonita, mas uma desgraça que só. Vamos lá:

    “Tô fazendo amor com outra pessoa
    Mas meu coração vai ser pra sempre teu
    O que o corpo faz a alma perdoa
    Tanta solidão quase me enlouqueceu”

    A música começa por um cara ou “eu” (ou mulher) contando seus sentimentos. O “eu” esta ali com uma pessoa, mas esta pensando na mulher que realmente ama. E que mesmo o “eu” estando fazendo amor com outra pessoa, a pessoa amada irá perdoá-lo, porque é um amor que não é só da carne, mas de alma também. A solidão fez o “eu” estar ali agora, sentiu tanta falta da pessoa amada que para suprir essa perda, esta com outra pessoa.

    “Vou falar que é amor
    Vou jurar que é paixão
    E dizer o que sinto com todo carinho pensando em você”

    O “eu” vai se declarar para a mulher que esta com ele agora, mas irá fazer isto pensando na mulher que realmente ama: “vou falar que é amor, vou jurar é paixão”. E na verdade vejo controvérsias, porque geralmente falamos que é paixão e fazemos júrias de amor, ou seja, nada do que o “eu” esta falando para a mulher é sincero ou verdadeiro.

    “Vou fazer o que for
    E com toda emoção
    A verdade é que eu minto que vivo sozinho não sei te esquecer”

    O “eu” via fazer de tudo pela pessoa que está, mas sempre pensando na outra, e vai se esforçar ao máximo em seus sentimentos falsos. Em algum momento o “eu” disse a si mesmo e a pessoa amada que conseguiria viver sozinho, sem ninguém. Mas ele não consegue viver sozinho, e precisa de alguém ali pra suprir a carência e falta da pessoa amada, ele não consegue esquecer a pessoa amada.

    “E depois acabou
    Ilusão que eu criei
    Emoção foi embora e a gente só pede pro tempo correr”

    E todos esse sentimentos que o “eu” criou ali pela pessoa, o “eu” se dá conta de que eles não são reais, nenhum sentimento, e toda essa mentira vai embora e o “eu” pede pra que esse tempo de sofrimento passe logo.

    “Já não sei quem me amou
    Que será que eu falei
    Da pra ver nessa hora que amor só se mede depois do prazer”

    O “eu” começa a ficar confuso com todos os sentimentos, parecendo tudo uma bagunça em sua cabeça. Ele já não sabe o que diz, já não sabe mais que ama, e que depois de fazer amor com a pessoa que esta sempre lembra da amada, da pessoa que ama. E que prazer nenhum, nenhuma transa substituirá um amor por outra pessoa ou a falta desta. Que depois da transa ali, vê que não sente nada pela pessoa.

    “Fica dentro do meu peito sempre com saudade
    Só pensando no teu jeito eu amo de verdade
    E quando o desejo vem é teu nome que eu chamo
    Posso até gostar de alguém mas é você que eu amo
    é você que eu amo”

    o “eu” sente sempre uma saudade da pessoa amada, e percebe que não pode fingir amar outro alguém. quando a pessoa sente desejo da outra, é a amada que chama mas vai tem outra pessoa ali, resumindo o “eu” diz que realmente esta com outra pessoa mas que continua amando outra mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *